domingo, 7 de setembro de 2014

Sensação....






Nas tardes de verão, irei pelos vergéis,

Picado pelo trigo, a pisar a erva miúda:

Sonhador, sentirei um frescor sob os pés

E o vento há de banhar-me a cabeça desnuda.



Calado seguirei, não pensarei em nada:

Mas infinito amor dentro do peito abrigo,

E como um boêmio irei, bem longe pela estrada,

Feliz - qual se levasse uma mulher comigo.




Arthur Rimbaud (Tradução: Ivo Barroso)
                                   






                                   by Arthur_Rimbaud




http://pt.wikipedia.org/wiki/Arthur_Rimbaud







Nenhum comentário:

Postar um comentário